.comment-link {margin-left:.6em;}

Sunday, July 19, 2009

 

Não entregou ninguém...



Então foi a hora da verdade. O quarto era ótimo, na verdade parecia uma suíte de motel com outra proposta, Mas que no fim das contas se revelou fonte de grandes prazeres... Só que desta vez de uma forma meio cristã, deleite conquistado depois de muita dor. Isso porque a Lu decidiu fazer um parto sem anestesia. Humanizado, na banheira e coisa e tal, porém desta vez dispensando ser anestesiada.Na minha ignorância de marido eu demorei a entender a razão desse caminho doloroso, até porque esse tipo de perfil não faz nada o perfil da Lu. Descobri a razão bem na hora de entrar em campo. é que o parto da Flora virou cesariana entre outras coisas porque o médico disse que as contrações tinham sido alteradas pela anestesia. Descartada a magia inerente ao momento de chegada de um primeiro filho aquele parto foi uma coisa totalmente fria, parecia um conserto do meu antigo passatão. Uma sala cinza, feia e ainda porcima com um ridiculo radio de pilha tocando lixo pop. Quase que a Flora nasceu ao som de Oswaldo Montenegro. Portanto a Lu estava coberta de razão. Como sempre.

Comments: Post a Comment

Links to this post:

Create a Link



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?